Aos 16 anos, americana Alana Hadley corre maratona em menos de 3 horas

maratona

Aos 16 anos, americana Alana Hadley corre maratona em menos de 3 horas

Ela é aparentemente uma típica menina de 16 anos: 1,65m, 50kg, ama as cores rosa e roxo, adora usar roupas femininas e, além de cantar, está em praticamente todas as redes sociais. O diferencial é que a americana Alana Hadley, apesar de tão nova, é a maior corredora de longas distâncias dos EUA em sua faixa etária. Esse posto faz dela uma das maiores apostas do país na Maratona das Olimpíadas de 2016.

Figura 1:Corredora Maratona.

-Eu tenho uma paixão por longas distâncias (meia e maratona) e meu sonho é um dia ser uma maratonista profissional e representar os Estados Unidos na competição e em outras provas – disse a menina em seu site oficial.-

Depois de sua estreia nos 42km neste domingo, quando completou a Maratona de Charlotte, no estado da Carolina do Norte, em impressionantes 2h58m24s (para se ter uma ideia, o recorde mundial feminino de maratonas foi conquistado em 2003 pela britânica Paula Radcliffe, em Londres, com tempo de 2h15m25s), é bem provável que o sonho de Alana esteja cada vez mais perto. Para atingir sua meta, a tenaz capricorniana percorre de 110 a 130 milhas por semana, ou seja, entre 177 e 209km semanais.

Meus colegas de escola não entendem, e ficam me perguntando se eu nunca me canso, se eu não penso em ficar ao menos um dia sem treinar. E eu respondo que não, pois amo correr – afirmou Alana em entrevista ao The New York Times.

Figura 2:Corredora Maratona .

No Brasil, uma adolescente da idade de Alana poderia, no máximo, participar de uma meia maratona – em 2012, aos 15 anos, ela atingiu seu recorde na distância, com tempo de 1h16m41s na Meia Maratona de Myrtle Beach. Pelas leis brasileiras, apenas aos 18 anos é possível disputar uma competição de 42km.

No entanto, a pergunta que especialistas fazem lá e aqui é: será que é saudável uma menina tão nova ter uma rodagem tão elevada?

Segundo a ortopedista Ana Paula Simões, especialista do EU ATLETA, após a primeira menstruação, o crescimento da mulher passa por um processo de finalização, por isso a prática intensa de exercícios não afetaria a condição física da jovem hoje. Mas, segundo o The New York Times, ela já corria quase 90km por semana aos 13 anos, o que é bem arriscado.

-Quando ainda existe uma previsão de desenvolvimento, praticar esportes de alto rendimento e impacto pode gerar lesões por sobrecarga (tendinites, fascites e fraturas por estresse), e até mesmo atrapalhar o crescimento – disse.

Para o treinador Manuel Lago, especialista do EU ATLETA, a maioridade para participar de uma maratona no Brasil é apenas uma medida de segurança, e diz que os maiores riscos poderiam ocorrer em provas de velocidade e explosão muscular, mais características do atletismo.

– Tecnicamente, nada defende correr 178km por semana para fazer uma maratona, apesar de saber que os principais corredores do mundo chegam a um volume de 240km semanais às vezes. Como ultramaratonista, tendo participado de provas de 80, 100 e 160km, cheguei ao limite de 180km em uma semana, e colho bons resultados dessa forma. No treino para a maratona com meus alunos, gosto de chegar de 75 a 90km por semana, dependendo do que eles me apresentem de disponibilidade de tempo, motivação e suscetibilidade a lesões.

Manuel também afirma que, no Brasil, a cultura de maratona não tem tanto apelo entre os jovens.

– Nunca trabalhei com jovens que quisessem correr maratona, é uma rotina muito cíclica e, para eles, muito “monótona”, no bom sentido. Jovens precisam de dinamismo. Tendo uma equipe multidisciplinar (nutricionista, ortopedista, clínico, psicólogo), poderia chegar a 100-120km por semana com tal atleta, mas talvez aqui no Brasil não desse certo. Não há apoio, não há méritos, apenas satisfação pessoal.

Se depender de torcida e satisfação pessoal, Alana sai na frente. Seus pais e seu país natal dão todas as condições para a realização de seu sonho, garantindo inclusive a logística para seus treinos mais longos. Alavancando a ajuda, aos 16 anos, Hadley já pode se vangloriar por ter conquistado algo que a maioria dos maratonistas jamais irá alcançar: completar 42km em menos de três horas.

Figura 3:Corredora Maratona.

Artigo originalmente publicado em: Globo Esporte.

Tags:
Não há comentários

Poste um Comentário