Dor na lateral da coxa – Síndrome da banda iliotibial (ITBS)

Síndrome da banda iliotibial (ITBS)

Dor na lateral da coxa – Síndrome da banda iliotibial (ITBS)

A Síndrome da banda iliotibial (ITBS) é uma das lesões por overuse mais comuns entre os corredores. Ela ocorre quando a banda iliotibial (TI), que é um ligamento que corre para baixo e para a parte externa da coxa do quadril e vai até a canela, é apertado ou inflamada devido ao atrito, daí o nome.

Dor na lateral do joelho.

A banda que se localiza na região da figura acima tem a função de ajudar a estabilizar e mover a articulação do joelho. Quando a banda de TI não está funcionando corretamente, o movimento do joelho (e, portanto, correr) se torna difícil e dolorido, podendo algumas vezes até crepitar e estalar. A dor da banda de TI pode ser grave o suficiente para marginalizar completamente um corredor por semanas, ou até definitivamente se não tratado.

Sinais e sintomas da Síndrome da banda iliotibial (ITBS)

O sinal mais notável é tipicamente o inchaço e o sintoma é a dor na parte externa do joelho, muitos corredores erroneamente pensam que têm uma lesão interna no joelho. A melhor maneira de saber se você tem ITBS é dobrar o joelho em um ângulo de 45 graus. Se você tiver um problema de TI banda, você vai sentir dor na parte externa do joelho a palpação da região afetada.

Além disso, por vezes, uma ressonância magnética pode confirmar se a sua lesão pode ser diagnosticada como ITBS. O raio-X irá geralmente produzir resultados negativos já que o acometimento não é da parte óssea, já na ressonância magnética pode mostrar um espessamento parcial da banda, o que resulta da inflamação e atrito da região.

As causas comuns de ITBS

Síndrome da banda IT pode resultar de qualquer atividade que faz com que a perna se volte para dentro repetidamente com uma ligeira flexão do joelho. Isso pode incluir o uso de tênis desgastados, corridas em decidas ou subidas, terrenos irregulares, executando muitos treinos de pista na mesma direção, ou simplesmente correndo exageradamente sem preparo físico-muscular adequado. Ao contrário de muitas lesões por sobrecarga, porém, a dor da banda IT aflige os corredores experientes quase tanto quanto os novatos.

Quando a banda iliotibial chega perto do joelho, torna-se mais estreita, e esfregando/atritando contra o osso ( côndilo do fêmur) pode ocorrer a inflamação entre a banda e o osso. A síndrome da banda iliotibial é mais comum em mulheres, possivelmente porque nos quadris mais largos, a inclinação do eixo de força e carga passa pelo joelho na região mais interna de uma forma a desviar a linha de força natural.

Encurtamento e diferença de comprimento das pernas também são fatores predisponentes.

Dor na lateral da coxa.

Prevenção da Síndrome da banda iliotibial (ITBS)

Aqui estão alguns passos que você pode tomar para evitar síndrome da banda iliotibial:

  • Diminuir sua Kilometragem ou tirar alguns dias de folga, mudando a atividade por algo sem impacto, se você sentir dor na parte externa de seu joelho.
  • Aqueça antes de iniciar suas corridas.
  • Certifique-se que seus sapatos estão adequados e sem desgastes.
  • Treine no meio da estrada/ pista onde é mais plana. (Para fazer isso com segurança, você vai precisar encontrar estradas/ruas com pouco ou nenhum tráfego e excelente visibilidade.)
  • Não corra em superfícies com muita inclinação.
  • Quando correndo em uma pista, mude de direção várias vezes.

Tratamento de ITBS

Uma vez que você notar dor na região lateral do joelho , a melhor maneira de se livrar dela para o seu bem é parar a atividade e descansar imediatamente. Isso significa menos volume e quilometragem de treino. Na maioria dos corredores, descansar imediatamente irá prevenir a dor de voltar aproveite para alongar. Se você não dar-se uma pausa de execução, ITBS pode se tornar crônica.

Enquanto você está recuando e descansando você pode fazer atividades como natação, hidroginástica, ciclismo, remo, musculação e são todos muito bem desde que não tenha impacto. Subir escadas não é indicado , porque é muito parecido em execução da corrida gerando atrito.

Medidas mecânicas como gelo, ultrassom, estimulação elétrica ou com cortisona tópica ajudam, assim como fisioterapia analgésica.

Se o seu problema ITB não melhorar procure ajuda de um profissional de ortopedia esportiva e em último recurso a cirurgia para liberar e mobilizar a banda pode ser necessário.

Bons treinos!

Não há comentários

Poste um Comentário