O que não fazer na quarentena? Cinco erros e dicas para evitá-los

O que não fazer na quarentena? Cinco erros e dicas para evitá-los

O que não fazer na quarentena? Neste artigo vou mostrar pra vocês cinco erros comuns na quarentena e dicas para evitá-los! Vamos lá!


Espero que estejam enfrentando com coragem esse período de reclusão. E se você decidiu usá-lo para fazer atividades físicas, fico muito feliz!


A questão aqui é COMO estão fazendo. Falarei sobre assuntos aos quais você deve estar atento, pois muitos estão motivados e aproveitando esse momento para colocar a saúde em dia.


E informarei quais erros você deve evitar e como aproveitar ao máximo seus dias de quarentena em função do combate à Covid-19, doença causada pelo coronavírus. Sem lesões, principalmente.


Seguindo as dicas, sairemos dessa mais fortes.

 

Erro número 1: você não programa descanso


Acabou de concluir um treino difícil e está tão motivado que deseja fazer o próximo imediatamente? Pode ser tentador, mas você não fará nenhum favor ao seu corpo ou ao seu progresso.


Você precisa descansar e se recuperar do trabalho duro. É para isso que servem os dias de descanso. Os dias de descanso devem fazer parte regular do seu plano de treinamento.


É quando seu corpo tem a chance de recuperar e processar o progresso que você fez. Quando você se exercita, seus músculos são levados ao limite, o que estimula o crescimento.


Os músculos precisam se adaptar ao aumento do esforço, e seu nível de desempenho melhora. Mas a estimulação muscular é apenas o começo.


A hipertrofia (um aumento no tamanho das células musculares em reação a estímulos) ocorre apenas nos dias de descanso.


É por isso que é tão importante agendar um horário para a recuperação entre seus treinos. Sono reparador também é fundamental.

 

Erro número 2: você não ouve seu corpo


Quanto mais experiência você tiver com o exercício, mais consciente ficará do que seu corpo precisa. Fadiga, letargia e fraqueza muscular são sinais de que você exagerou e já está na zona de excesso de treinamento.


Isso pode ser causado por treinar muito sem fazer uma pausa para dar tempo ao seu corpo para a recuperação muscular.


Nesse ponto, seu corpo não aguenta mais a estimulação muscular e seu desempenho diminui. Sua motivação para continuar malhando também começa a se dissipar.


Seu corpo está clamando por uma pausa bem merecida. Se você quer continuar progredindo, precisa se sintonizar. Isso é verdade tanto para o treinamento de resistência quanto para o de força.


As fases de recuperação são tão importantes quanto o seu treino. Sinta seus músculos e articulações e veja os que provavelmente estão dando mais sinais de que precisam ser fortalecidos e cuidados.


Dor não é um bom sinal e fique atento se essa queixa limitar sua performance. Se precisar, me escreva.

 

Erro número 3: você faz o exercício de qualquer jeito


Às vezes, é difícil resistir e você quer fazer os exercícios rapidamente e já começar outra série, ou mesmo outro treino, em vez de se concentrar e fazer todo o gesto de forma correta.


Mas lembre-se, você está apenas travando o seu progresso. Seu corpo precisa entender o movimento com repetições corretas para ficar mais forte.


Se fizer de forma errada ou incompleta, além de se machucar apenas retardará o crescimento muscular e, com o tempo, você começará a se perguntar por que não está obtendo resultados.


Outro risco de exercícios inconscientes é que você não os faz com cuidado suficiente ou sobrecarrega certos grupos musculares, o que aumenta o risco de lesões.


É por isso que é inteligente seguir um plano de treinamento com uma meta. Foque no que está fazendo, faça de forma mais lenta no começo e conscientize-se do gesto esportivo.


Assim, você atingirá a perfeição, e não a lesão.

 

Erro número 4: você não come corretamente


Obviamente, você queima menos calorias nos dias de quarentena do que nos dias em que está ativo. Mas não comece a comer menos porque tem medo de engordar.


Você precisa abastecer seu corpo com energia e nutrientes nos dias de quarentena também, para que seus músculos tenham o que precisam para crescer.


Lembre-se: uma dieta equilibrada pode aumentar seu desempenho atlético. Diminua, mas não zere seus suplementos.

 

Erro número 5: você não sai do sofá o resto do dia após treinar


Não fazer nada por um dia pode definitivamente ser relaxante. No entanto, tente usar a quarentena para uma recuperação ativa.


Não se esforce; em vez disso, concentre-se em atividades de baixa intensidade. Não pare totalmente o resto do dia.


Faça coisas em que seu corpo continue em movimento.


Nossa dica: como as pessoas geralmente não se alongam o suficiente, recomendamos que você dedique mais tempo para desenvolver flexibilidade nos dias de quarentena.


Você relaxará seus músculos profundos no processo. Yoga, massagem entre os familiares, banhos bem relaxantes e um rolo são ótimas maneiras de relaxar os músculos tensos.


Bons treinos!

Me siga no Instagram: @draanapsimoes

Dra. Ana Paula Simões
Médica do esporte, ortopedista e traumatologista, professora instrutora e mestre pela Santa Casa de São Paulo, especialista em medicina esportiva e cirurgiã do tornozelo e pé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *