Ortopedista explica fratura na perna do ginasta francês e todos os tipos

fratura na perna

Ortopedista explica fratura na perna do ginasta francês e todos os tipos

A fratura de perna é perda de continuidade óssea em qualquer um dos dos longos ossos. A fíbula e a tíbia são os dois ossos que vão desde o joelho até o tornozelo. A fratura é geralmente causada por um trauma de alta energia nas pernas. Acidentes automobilísticos e esportivos de alta energia são causas de fraturas nas pernas, no caso do atleta olímpico, a alta energia vem do impacto contra o solo após o salto (como no caso da fratura da perna do ginasta francês Samir Ait Said).

As fraturas por estresse podem ocorrer pelo uso repetitivo ou uso excessivo durante a prática inadequada de esportes de impacto. Elas são pequenas rachaduras (trincas) que se formam nos ossos longos da perna. E são insidiosas, bem diferentes da fratura aguda que ocorreu na ginástica artística. Osteoporose (ossos quebradiços) pode aumentar o risco de uma fratura na perna em caso de quedas.

Fratura do ginasta francês acende discussão sobre os limites do corpo

Quais são os diferentes tipos de fraturas nas pernas?

Sem deslocamentos: ocorre fissuras ósseas ou quebras, mas permanece no lugar.
Deslocadas: o osso quebra e ocorre desvio (caso do ginasta francês Samir Ait)
Fratura exposta: O osso quebrado passa através de sua pele

Quais são os sinais e sintomas de uma fratura na perna?

– Dor que piora quando você move sua perna
– Diminuição da capacidade ou incapacidade de mover a perna
– dores nas pernas, que pioram quando você está apoiado
– Deformidade (sua perna fica numa forma diferente do que o normal).
– Inchaço, hematomas, ou bolhas na área de sua lesão na perna
– Dor quando você toca a área lesada
– Fraqueza ou perda de sensibilidade na perna

Como é uma fratura na perna diagnosticada?

Ao tocar a área da perna fraturada durante o exame médico podemos evidenciar dor e aumento de volume local, além de eventual desvio. Pode ser solicitado para verificar a capacidade de mover a perna. Podem ser solicitado exames complementares como: Raio-X, Tomografia Computadorizada , Ressonância Magnética.

Samir Ait Said dá os primeiros passos após fraturas exposta sofrida na Rio 2016 (Foto: Reprodução/Twitter Antoine Adam)
Samir Ait Said dá os primeiros passos após fratura sofrida (Foto: Reprodução/Twitter Antoine Adam)

Como é tratada uma fratura na perna?

O tratamento depende do tipo de fratura e como está o desvio: Brace, bota imobilizadora ou splint. Uma cinta ou tala pode ser colocada na sua perna para diminuir o movimento das pernas e para manter os ossos quebrados no lugar. Estes dispositivos podem ajudar a diminuir a dor e evitar mais danos ósseos incluindo os desvios.

Remédio:

– analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar a dor e edema
– antibióticos: Este medicamento é administrado para ajudar a tratar ou prevenir uma infecção causada por bactérias nas fraturas expostas.
– diluentes de sangue: Este medicamento ajuda a prevenir a formação de coágulos no sangue. Coágulos podem causar acidentes vasculares cerebrais, e cardíacos.
– vacina contra o tétano: Este é um tipo de medicamento preventivo. Você pode precisar se você tiver uma ruptura na sua pele principalmente se não estiver vacinado
– cálcio + vitamina D: para ajudar nos casos de osetopenia/porose.

Seis dias após dupla fratura exposta, ginasta francês dá primeiros passos

Cirurgia: Se você tem uma fratura exposta, ou fratura com desvio pode ser que seja necessário a limpeza e reconstrução cirurgia como o atleta da ginástica artística foi submetido com sucesso!
O que mais pode ser usado para tratar uma fratura na perna?

Fisioterapia: Vai ajudar com exercícios para melhorar o movimento da perna. Os exercícios também ajudam a tornar os ossos da perna e músculos mais fortes.

Estimulação elétrica: Durante a estimulação elétrica, correntes elétricas são colocados sobre a perna lesionada. As correntes ajudam a aumentar o fluxo de sangue.

Terapia de ultra-som: tratamentos de ultra-som usa ondas sonoras dirigidas em sua perna. As ondas sonoras trabalhar ajudando os ossos

O que posso fazer acelerar o processo?

Repouso: Você deve descansar a perna e evitar atividades que causam dor

Gelo: ajuda a diminuir o inchaço e dor. Também pode ajudar a prevenir danos nos tecidos. Use um bloco de gelo ou colocar gelo moído em um saco plástico. Cubra-o com uma toalha e colocá-lo em sua perna por 15 a 20 minutos a cada hora, conforme indicado.

Altitude/ elevação: Você pode usar travesseiros para manter a perna ou acima do nível do seu coração. Elevação ajuda a diminuir o inchaço e a dor, e melhora o fluxo sanguíneo.

Não há comentários

Poste um Comentário