Cirurgia Minimamente Invasiva para Joanete (Percutânea)

Cirurgia Minimamente Invasiva

Joanete

Como é a cirurgia minimamente invasiva para correção do joanete?

Os pacientes costumam perguntar sobre o uso de órteses ou splints joanete. Não há evidências de que estes possam melhorar um hálux valgo estabelecidos, as provas que talas podem impedir um joanete progredir é inconclusivo.

Várias técnicas cirúrgicas têm sido descritas para o tratamento do hálux valgo ( joanete) e deformidades nos dedos menores. No entanto, a falta de acordo e as divergências nas técnicas fizeram e estimularam o desenvolvimento de cirurgias percutâneas também conhecidas como minimamente invasivas , tão eficazes quanto as outras técnicas devido aos atletas hoje serem cada vez mais exigentes.

 

As técnicas minimamente invasivas tornaram-se cada vez mais populares na ortopedia .

Este método teve início por volta de 1940 nos Estados Unidos e foi desenvolvido nos anos 90 na Espanha, se tornando hoje sucesso na ortopedia mundial inclusive aqui no Brasil nos últimos anos.

A aplicação destes conceitos foi questionada no passado, em parte devido à falta de validação científica . No entanto, estudos recentes têm mostrado resultados satisfatórios e rápido retorno ao esporte. Veja abaixo uma animação de como é feita a cirurgia percutânea de joanete.

Todas as técnicas são realizadas como procedimentos de regime de hospital day ( interna e vai de alta no mesmo dia).

Utiliza-se como anestesia o bloqueio da perna/ tornozelo podendo ou não estar acompanhado de sedação. Este tipo de anestesia, diminui os riscos, permite que o paciente receba alta poucas horas após o procedimento e prolonga o período de analgesia após a cirurgia. A fluoroscopia é útil para monitorizar o desempenho de alguns dos passos cirúrgicos e verificar a correção imediatamente.

Na cirurgia percutânea ou minimamente invasiva do pé , os pacientes tratados, recebem alta do hospital caminhando sobre o pé operado no mesmo dia, pois geralmente não se utilizam materiais como pinos , placas e parafusos , o que permite andar e pisar com o pé operado imediatamente após a cirurgia portando enfaixamento e usando um calçado pós cirúrgico adequado.

Animação mostra como é a cirurgia

Percutânea de Joanete

Método que permite realizar a correção através de pequenos orifícios

Veja o vídeo do meu stories e tire suas dúvidas sobre a

Cirurgia por vídeo

Como não se utilizam implantes e as incisões são muito pequenas há baixo risco de infecções.

Ver essa foto no Instagram
 

Uma publicação compartilhada por Ana Paula Simões 🅾️+ (@draanapsimoes) em

É um método que permite realizar a correção através de pequenos orifícios de aproximadamente três milímetros cada que são os chamados portais por onde são introduzidas pequenas fresas/ brocas , (semelhante aquelas utilizadas nos consultórios odontológicos) onde se realizam os procedimentos ósseos necessários para corrigir as deformidades e retirada de calosidades de forma simples e rápida.

Além do Joanete este método permite corrigir outras deformidades como dedo em martelo, Joanete de Sastre (do quinto dedo ), dedos em garra, metatarsalgia, saliências ósseas (esporões), calosidades, e deformidades menores do antepé.

Hoje a técnica de cirurgias por vídeo, escopia e com incisões cada vez menores representam mais uma ferramenta para auxiliar os cirurgiões a solucionar os problemas dos seus pacientes de uma forma menos invasiva , proporcionando maior bem estar e segurança no pós-operatório.

Portanto não sinta dor! Entre em contato conosco e agende uma avaliação, queremos te ajudar a retornar ao esporte e ter uma qualidade de vida melhor!

× Entre em contato!