Pódio nos 5km da Meia Maratona Internacional de São Paulo consagra determinação das amadoras

A Meia Maratona Internacional de São Paulo não premia oficialmente a prova de 5km, mas um pódio como este não poderia passar despercebido. Elas são belas, são mães, trabalhadoras, e são rápidas – muito rápidas.

– Hoje é domingo, mas vou trabalhar, porque contador em final de mês trabalha todos os dias. Acordo sempre às 4h40 da manhã para conseguir treinar corrida, musculação e natação antes da minha filha acordar – conta a primeira colocada, Valéria Mello, com tempo de 19min19.

A ortopedista Ana Paula Simões, colaboradora do Eu Atleta no Papo de Especialista é a terceira colocada, com 21min30, a primeira vez abaixo de 30 minutos desde o nascimento do filho, há dois anos. Um pouco atrás, mas não menos contente a gerente comercial Natália Soarescomemora os 22min24 com um soco de desabafo na fita.

– Meu primeiro passo na corrida foi para perder peso, emagreci 15kg e nunca mais engordei. Há dois anos consigo manter o peso, melhorando a quantidade de massa muscular e taxa de gordura. Esse pódio é uma consagração de tudo isso! – comemora.

Na cola dela, a médica endocrinologista Giuli Pansera crava 23min21, comemorando dois anos de corrida. Só agora, depois de seis meias, vai se arriscar na primeira maratona da vida, em Berlim 2017.

– A meia maratona internacional de São Paulo é um projeto que envolve a família inteira, serão muitas horas de treino durante 4 meses…estou preparando o marido, o filho e minha cabeça pra isso – diz, ao lado do marido Hélio que promete total apoio nos treinos longos.

A sexta colocada é a advogada Marina Strazzer com 23min22, o melhor tempo em um ano de experiência em corridas. A palavra que se repete em todos os depoimentos é “dedicação”, para ser mulher, trabalhadora, e rápida.

Pelos 21 km, os atletas de elite que deixaram seus nomes grifados na história da competição foram:

Masculino:

1 – Daniel Kiprotich (01:04:56)
2 – Giovani dos Santos (01:05:27)
3 – Ederson Vilela Pereira (01:05:32)
4 – Getu Kure Mideksa (01:05:58)
5 – Daniel Chaves da Silva (01:06:12)

Feminino: 

1 – Caroline Jepkemei Kimosop (01:18:29)
2 – Adriana Aparecida da Silva (01:19:07)
3 – Andreia Aparecida Hessel (01:19:16)
4 – Gabriela Leticia Rocha (01:19:25)
5 – Carmen Patricia Martinez Aguilera (01:20:07)

Fonte: Globo Esporte

Dra. Ana Paula Simões
Médica do esporte, ortopedista e traumatologista, professora instrutora e mestre pela Santa Casa de São Paulo, especialista em medicina esportiva e cirurgiã do tornozelo e pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Entre em contato!