Retorno às provas: Bota Pra Correr RJ voltará a ocorrer no Brasil

Retorno às provas: Bota Pra Correr RJ voltará a ocorrer no Brasil

A Maratona do Rio de Janeiro, de 12 a 15 de novembro, vai marcar o retorno às provas dos grandes eventos de corrida no Brasil. E a contagem regressiva para uma das provas mais desejadas do calendário já começou.

Neste domingo (24), cerca de 100 convidados da maior marca esportiva do Brasil, entre imprensa e parceiros, participaram do treino Bota Pra Correr Rio de Janeiro. Com percurso de 5km pelos arredores do Museu de Arte do Rio (MAR) e com o objetivo de proporcionar uma experiência única aos corredores, o trajeto contemplou ruas próximas ao Porto Maravilha na Zona Portuária do Rio de Janeiro e pontos turísticos como o Museu do Amanhã. Foi uma oportunidade de correr sem competir, em grupo, apreciando a paisagem da Cidade Maravilhosa e conhecendo um pouco mais da história da cidade. O que mais amei foi que esse trecho somente será percorrido pelos maratonistas, e eu farei a meia. Então foi uma oportunidade única!

“O retorno de um evento do porte da Maratona do Rio é um grande marco para a retomada das corridas físicas, depois um longo período de provas virtuais. Mais que isso, é um momento de reencontro da comunidade de corrida. Esse treino representa não só a nossa contagem regressiva para a prova em novembro, mas celebra a oportunidade de corrermos juntos novamente”, afirmou Kátia Buriol, gerente de marketing da Olympikus. A executiva aproveitou o encontro deste domingo para anunciar uma novidade para as corridas de novembro. “Quem completar qualquer uma das distâncias (5km, 10km, 21km e 42km) com tênis da Olympikus vai concorrer a um sorteio para o Bota Pra Correr 2022”, e posso dizer que o que eu participei ( pantanal) foi inesquecível!

O circuito Bota pra Correr Olympikus foi lançado em 2019 e tem a proposta de convidar os participantes a conhecerem o Brasil correndo. A edição inaugural teve três etapas, no Jalapão, Pantanal e Alter do Chão. As provas de 2020 e 2021 foram canceladas em virtude da pandemia. Mas já vou dar um spoiler que 2022 teremos coisas incríveis pra contar para vocês leitores.

Os participantes do treino calçavam o Corre1 Eco, produzido com componentes reciclados, produzido com componentes naturais renováveis, como o EVA Verde, que é produzido a partir da cana de açúcar e está presente na sola e na palmilha do calçado. A cada par produzido do modelo, 10 garrafas plásticas são recicladas.

Como médica, vejo que o esporte é o remédio mais importante que cada um pode tomar para sua saúde mas a corrida mais importante do mundo e da sociedade é para frear a mudança climática. Para isso, a partir de 2022, a Vulcabras, maior gestora de marcas e artigos esportivos do País, passará a utilizar 100% de energia limpa na fabricação de todos os tênis da Olympikus. E devemos manter a preocupação que todos tiveram no evento: materiais recicláveis, copos reutilizáveis e todos cuidando da natureza.

Como fica sua saúde com o retorno às provas?

Percebi que a maioria que participou do treino estava voltando após mais de um ano de destreino, e em breve teremos o retorno à prova mais conhecida do país. Sendo assim meu conselho é que se você ficou realmente parado, escolha a caminhada e a quilometragem mais curta para começar.

Seria fundamental fazer um checkup no seu médico do esporte (com título pela sociedade brasileira de medicina do esporte – RQE) para que descarte qualquer complicação do COVID ou limitação que possa ter.

Faça um trabalho de base e fortalecimento pois os músculos perdem mais rápido a capacidade de resistência e velocidade quando ficamos muito tempo parados como aconteceu com o home office. Procure um educador físico especializado no seu esporte e que entenda seus objetivos.

Lembre-se de se hidratar e se alimentar muito bem, uma orientação nutricional é fundamental!

Mas a dica mais importante é: divirta-se! Estamos de volta, ainda com protocolos de segurança que devem ser cumpridos, mas que sejamos felizes!

Bons treinos, valentes!

Veja também: Corrida de rua ou esteira: Veja as vantagens e desvantagens de cada uma

Gostou? Quer saber mais sobre saúde e esporte? Então me segue lá no Instagram: @draanapsimoes

Dra. Ana Paula Simões
Médica do esporte, ortopedista e traumatologista, professora instrutora e mestre pela Santa Casa de São Paulo, especialista em medicina esportiva e cirurgiã do tornozelo e pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Entre em contato!