O que fazer para diminuir o pace da corrida?

como diminuir pace da corrida

O que fazer para diminuir o pace da corrida?

Um dos temas mais discutidos entre corredores é como baixar o tempo durante a corrida, para melhorar o desempenho. Os atletas costumam saber se estão evoluindo ou não na modalidade através do seu pace — ritmo médio de corrida calculado em minutos por quilômetro. Para quem busca velocidade na corrida, quanto mais baixo o pace, melhor.
É natural algumas pessoas baixarem seu pace mais rápido do que outras, ainda que fazendo o mesmo treinamento. A evolução está totalmente ligada aos fatores biológicos de cada indivíduo, além da dedicação e comprometimento com os treinos.

Em geral, nas corridas, o pace é usado para distribuir melhor os atletas: os mais rápidos ficam na frente dos demais, a fim de fazer a prova fluir melhor. No treinamento, serve para controlar melhor nosso ritmo, é fundamental ter essa noção de tempo e distância quando o atleta busca performance.

De acordo com o treinador de corrida Nelson Evêncio, é de extrema importância o atleta acompanhar a variação do seu ritmo para aprimorar o desempenho. “Sabendo o pace o corredor distribui melhor a corrida, não gastando mais energia do que deveria. A melhor forma de diminui-lo é realizando treinos de alta intensidade, principalmente os intervalados e os fartleks”, afirma Nelson.

O Webrun conversou com a ortopedista Ana Paula Simões, que contou os três principais fatores que fizeram a diferença para melhorar seu pace. Ela começou a correr há um ano meio em uma assessoria, buscando melhorar sua qualidade de vida.

“Fui nadadora profissional a vida toda, mas depois da gravidez engordei 25 quilos e não consegui mais perder, foi então que comecei a correr. Acredito que melhorei meu pace muito rápido, porque já tinha uma memória muscular boa, por causa da natação”, conta.

“Minha primeira prova de 10km completei andando, porque não conseguia mais correr, já a segunda fiz em 1h, a terceira em 57min e a última em 49min, dentro de um ano e meio na corrida. Nas provas de 5km também evolui bastante: a primeira fiz em 32min e a última, a Meia Maratona de São Paulo, fiquei em terceiro lugar com 21min de prova”.

Como ortopedista e corredora, Ana Paula elencou os três principais fatores que fizeram a diferença para ela:

  1. Treinamento
    Treinar com a assessoria e fazer treinos de tiro ajudam bastante, já que além de melhorar a velocidade, também contribui na resistência do corredor. É importante ter uma planilha e muita dedicação para trabalhar diversos pontos.
  2. Fortalecimento
    É impossível diminuir o pace sem ter condicionamento físico, por isso é essencial fazer musculação e outros tipos de atividade que trabalhem o corpo. “O fortalecimento é a chave para melhorar o desempenho, conta a ortopedista.
  3. Corrigir o gesto esportivo
    Fazer treinos funcionais para melhorar a postura da corrida e até mesmo a pisada, também são fatores importantes para o desempenho. “Quem pisa torto tem mais dificuldades de diminuir o pace rapidamente, esses vícios sempre precisam ser corrigidos”, afirma Ana Paula.

 

Artigo Publicado em www.webrun.com.br

Tags:
,
Não há comentários

Poste um Comentário