Intervenções terapêuticas podem ajudar quem voltou a praticar esporte

Dores Musculares

Dores musculares após o treino, é uma das questões mais comuns no mundo esportivo. Na maioria dos casos, é leve, iniciando no fim ou logo após o término do exercício e com duração de 24 a 48h. Mas, às vezes, a dor pode ser intensa e prolongada começando na manhã seguinte e durando até três ou quatro dias: essa dor muscular de início tardio conhecemos como DOMS e pode ser necessário intervenções terapêuticas.

A DOMS é um tipo mais raro de dor e ocorre após treinos que são incomumente longos ou intensos e isso difere entre os praticantes de esporte , mas para iniciantes e para aqueles que estão retornando ao treinamento após a pandemia, tem sido muito comum!

Dores musculares após o treino, é uma das questões mais comuns no mundo esportivo. Praticamente qualquer treino para quem ficou em home office é extraordinariamente longo e intenso, e é por isso que a DOMS ocorre com mais frequência e é mais grave no início do processo de treinamento. Uma certa quantidade de DOMS é inevitável aos iniciantes e pode estar associada ao processo inflamatório decorrente da ação proteolítica de degradação e reparo da fibra muscular, além de fazer parte de processo adaptativo fisiológico da fibra muscular.

No entanto, existem maneiras de minimizá-la, porque essa dor muscular é um sinal de provável lesão muscular. É nesse estudo que meu amigo e estudioso da medicina do esporte: Roberto Nahom e colaboradores publicaram internacionalmente sobre o assunto buscando ajudar a intervir nessa dor:

Sobre o trabalho dos estudiosos publicado no exterior:

1- Fontes de dados para a pesquisa:
Foram pesquisadas as bases de dados PubMed, EMBASE, PEDro, Cochrane e Scielo, desde os registros mais antigos até maio / 2020. Os termos de pesquisa usados incluíram combinações de palavras-chave relacionadas a “DOMS” e “terapia de intervenção”.

2- DESTAQUES:
Técnicas de contraste, crioterapia, fototerapia, vibração, ultrassom, massagem, exercícios ativos e roupas de compressão são mais eficazes do que nenhuma das intervenções terapêuticas para o tratamento da dor associada à DOMS tardia.
Em comparação com nenhuma intervenção, nenhum efeito estatisticamente significativo na dor relacionada aos DOMS foi demonstrado para as técnicas de cinesiotape, acupuntura, rolo de espuma, alongamento, eletroestimulação e terapia magnética.
A baixa qualidade dos estudos incluídos deve ser considerada, para futuros ensaios clínicos, além de ser necessário melhorar os frágeis pontos metodológicos destacados.

3- Resultados do levantamento do trabalho:
Cento e vinte e um estudos foram incluídos. Os resultados revelaram que as técnicas :
de contraste (p = 0,002 I2 = 60%),
crioterapia (p = 0,002 I2 = 100%),
fototerapia (p = 0,0001 I2 = 95%),
vibração (p = 0,004 I2 = 96%) ,
ultrassom (p = 0,02 I2 = 97%),
massagem (p <0,00001 I2 = 94%),
exercício ativo (p = 0,0004 I2 = 93%) e
compressão (p = 0,002 I2 = 93 %)

Têm um efeito positivo melhor do que o controle (não fazer nada) na gestão de DOMS. Lembrando que a primeira aplicação das intervenções terapêuticas deve ocorrer imediatamente após a indução do dano muscular.

4- Conclusão dos brasileiros:
Evidências cientificas, mas de baixa qualidade, sugerem que contraste, crioterapia, fototerapia, vibração, ultrassom, massagem e exercícios ativos têm efeitos benéficos no tratamento da dor relacionada à dor muscular após a pratica esportiva.
Se a dor persistir (ou piorar) por mais de sete dias, consulte um médico do esporte, pois existem diagnósticos diferenciais para DOMS como as lesões musculares.

Referência:

1- https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1466853X21001206?via%3Dihub

2- https://www.anapaulasimoes.com.br/nossos-artigos/saiba-como-evitar-dores-musculares-apos-os-treinos-de-corrida/

Dra. Ana Paula Simões
Médica do esporte, ortopedista e traumatologista, professora instrutora e mestre pela Santa Casa de São Paulo, especialista em medicina esportiva e cirurgiã do tornozelo e pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Entre em contato!