Como o uso de salto alto contribui com problemas nos pés?

Seja preferência, estilo, ou por necessidade dentro de alguma profissão, o uso de sapatos e sandálias de salto alto faz parte da rotina de diversas mulheres, com inúmeras opções disponíveis no mercado, além da beleza e nos deixar  mais altas. Contudo, embora proporcione um visual elegante e feminino, o salto alto pode causar diversos problemas nos pés quando mal utilizado.

Além das conhecidas dores e o desconforto no final do dia, esse tipo de calçado pode prejudicar a saúde dos pés, causando deformidades e lesões, além de comprometer os movimentos das articulações. Isso acontece por conta da precária distribuição de peso, uma vez que esse tipo de calçado acaba elevando mais o calcanhar do que os dedos, fazendo com que o peso fique apenas na parte frontal dos pés.

 Veja a seguir alguns dos principais problemas que os sapatos de salto podem causar:

  • Joanete

Esse é um dos problemas nos pés mais recorrentes, e é muito comum entre os adultos, principalmente entre as mulheres que utilizam sapatos de salto alto com frequência. Caracterizado por uma deformidade óssea na lateral do primeiro dedo do pé (o dedão), o joanete causa bastante incômodo e dor, principalmente durante o uso de calçados.

A deformidade é causada pelo deslocamento anormal da articulação desse dedo, que acaba ocasionando o deslocamento anormal do osso ou do tecido da região. Geralmente, os sapatos de salto alto são mais estreitos, colocando os dedos em uma posição pouco anatômica, o que estimula o desenvolvimento dessa condição.

  • Calos e bolhas

A maioria das pessoas já sofreu em algum momento com calos e bolhas, e sabemos como esses problemas podem ser incômodos, principalmente para quem utiliza sapatos de salto alto. Eles são causados pelo atrito dos pés com o calçado, e quanto mais justo for esse sapato, maiores as chances de desenvolver essas lesões, que podem ser localizadas nos dedos, calcanhar, lateral ou planta do pé. 

Os calos e bolhas causam muita dor e desconforto, muitas vezes impedindo o uso de calçados até a recuperação total. Quando não tratadas, essas lesões podem se agravar, com aparecimento de inchaço e deformações no local afetado.

  • Tendinites

As tendinites são inflamações que podem afetar qualquer tendão do nosso corpo. O uso frequente de sapatos de salto alto pode sobrecarregar a musculatura da coxa,  joelho e da perna na região posterior, e pode favorecer o aparecimento dessas condições no tendão de Aquiles e da patela principalmente. Geralmente, a pessoa acaba sentindo fortes dores nas pernas, não só quando estão utilizando esse tipo de calçado.

  • Problemas posturais

Assim como afeta os pés e tornozelos, o uso constante de sapatos de salto alto pode prejudicar seriamente a postura, e dependendo do caso, dores na coluna. O salto alto coloca o corpo todo em uma posição muito diferente do natural, alterando, inclusive, o centro de gravidade do corpo.

Com essas alterações, todo o equilíbrio do corpo é redirecionado, podendo causar problemas posturais como a hiperlordose lombar, além de dores musculares e paravertebrais cronicas.

É possível reduzir os riscos do uso de salto alto?

Muitas mulheres não abrem mão do uso de sapatos de salto alto por nada, e buscam por soluções para evitar os problemas nos pés que podem ser causados por eles. Existem algumas medidas simples que podem ajudar a manter a saúde dos pés e minimizar os possíveis desconfortos que esse tipo de sapato pode causar, como:

  • Alongamento: a maioria das pessoas não relaciona o uso de sapatos de salto alto com uma atividade física, mas é importante lembrar que esse hábito exige muito da musculatura, ossos e tendões dos pés e pernas. Por esse motivo, antes de usar um sapato desse tipo (principalmente por longos períodos), é muito importante realizar o alongamento correto dessas partes.
  • Após o uso, também é essencial repetir esses movimentos para que seja possível relaxar as articulações e a musculatura da região.
  • Fortalecimento muscular e ganho de mobilidade, ambos orientados por profissionais especializados

Escolha o momento ideal para comprar sapatos

Sabemos que dependendo do dia, da temperatura ou de questões hormonais, o nosso corpo pode se apresentar mais inchado do que o normal, principalmente nossos pés e tornozelos. É natural, também, que os nossos pés inchem durante o dia, fazendo com que o momento mais adequado para provar sapatos seja no final da tarde.

Não se esqueça de caminhar um pouco com o sapato para verificar se há algum incômodo, ou se o pé desliza durante a caminhada.

Massageie os pés e os tornozelos no final do dia

É natural que os pés apresentem algum inchaço e dor no final do dia, principalmente com o uso de sapatos de salto alto. Quando chegar em casa, ou durante o banho, realize uma massagem moderada nessa região para reduzir o inchaço, melhorar a circulação e preparar os pés para um novo dia.

Equilíbrio é tudo, valente!

Dra. Ana Paula Simões
Médica do esporte, ortopedista e traumatologista, professora instrutora e mestre pela Santa Casa de São Paulo, especialista em medicina esportiva e cirurgiã do tornozelo e pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Entre em contato!